O que é uma infecção urinária?

Infecção do Trato Urinário (ITU): 

    Embora muito mais comuns em mulheres do que em homens, as infecções do trato urinário podem acometer em ambos os sexos e em qualquer idade. Os sintomas variam de acordo com o tipo de infecção, mas quase sempre estão associados ao ardor ao urinar, dor em baixo ventre (parte de baixo da barriga) ou em região lombar e febre. Esses sintomas podem não acontecer simultaneamente, se manifestando separadamente. Além disso, podem ou não estarem associado ao corrimento vaginal nas mulheres ou ao corrimento uretral nos homens. 

Classificação dos tipos de infecção:

UTIs não complicadas:

     Infecções agudas, esporádicas ou recorrentes (cistite não complicada) e / ou superior (pielonefrite não complicada), limitada a mulheres não grávidas, sem anormalidades anatômicas e ou funcionais ou comorbidades associadas.

UTIs complicadas:

       São todos  os tipos de infecções que são definidas como "não complicadas". Ou seja, em um sentido mais restrito, são as infecções com uma chance aumentada de ter um curso complicado: isto é, todos os homens, mulheres grávidas, pacientes com anormalidades anatômicas ou funcionais relevantes do trato urinário, cateteres urinários de demora, doenças renais e / ou com outros fatores concomitantes doenças imunocomprometedoras, por exemplo, diabetes.

UTIs recorrentes:

         Recorrências de infecções não complicadas e / ou complicadas, com frequência de pelo menos três ao ano ou duas ITUs nos últimos seis meses.

UTIs associadas a cateter:

       Infecção do trato urinário associada ao uso de cateter urinários que ocorrem em uma pessoa cujo trato urinário está atualmente cateterizado ou teve um cateter colocado nas últimas 48 horas.

Urosepsis:

      A urossepsia é definida como uma disfunção orgânica com risco de vida causada por uma resposta desregulada  à infecção originada do trato urinário e / ou órgãos genitais masculinos.

       Como vimos, cada tipo de infecção tem suas características e deve ser diagnosticada e tratada por um médico especialista. Um mal diagnóstico pode resultar num tratamento ineficaz ou até piorar o estado clínico do paciente. 

        Embora os benefícios do uso de antibióticos para os pacientes sejam claros, o uso excessivo e incorreto contribuíram para o crescente problema de resistência entre as bactérias uropatogênicas, que é uma séria ameaça à saúde pública 

E em Mulheres grávidas?

       Mulheres grávidas estão sugeitas a terem bactérias presentes na urina sem a manifestação de nenhum tipo de sintoma, é o que chamos de "Bacteriúria Assintomática". Essa presença de bactérias, mesmo que sem causar infecção, pode ser prejudicial ao bebê e até provocar um parto prematuro.

     Com base nos efeitos maternos e fetais benéficos do tratamento

com antibióticos, as mulheres grávidas devem ser ativamente rastreadas

e tratadas tanto para infecções do trato urinário como para presença de

bactérias na urina mesmo que sem sintomas. 

    Agende uma consulta e tire suas dúvidas!

 

 

          

Blog-Infecção Urinária 1.jpg
2f658d58ab63d70318fdf702bb869015-640_427
unnamed (1).jpg
eas-imagem2.jpg
Comprimidos no frasco boticário