Terapia de Testosterona 

O que é testosterona?  

A testosterona é o hormônio sexual masculino. É produzido nos testículos e é importante para a saúde física e mental. A testosterona é necessária para: 

• Desenvolvimento e funções sexuais masculinas normais; 

• Para desenvolver pelos faciais e voz mais profunda nos meninos em crescimento; 

• Para dar força muscular ;

• Para os homens produzirem espermatozóides; 

• Para o Impulso sexual masculino. 

Quais são os sintomas da testosterona baixa? 

Os sintomas mais comumente ligados à deficiência de testosterona são: 

• Menor desejo sexual e disfunção erétil; 

• Perda de massa muscular magra; 

• Sensação de cansaço frequente (fadiga); 

• Obesidade (excesso de peso); 

• Menor energia, resistência e força física; 

• Memória fraca; 

• Dificuldade em encontrar palavras; 

• Mau foco em coisas habituais; 

• Sintomas de depressão; 

• Não estar indo bem no trabalho;

• Perda de pelo corporal ou menor crescimento de barba. 

O que causa testosterona baixa?  

Às vezes, os níveis sanguíneos de testosterona estão baixos. Isso é chamado de deficiência de testosterona. Cerca de 2 em cada 100 homens podem ter a deficiência de testosterona. Em geral, os níveis de testosterona diminuem com a idade. Nos homens mais jovens, essa deficiência ocorre em cerca de 1 em cada 100 homens, e se torna mais comum à medida que os homens envelhecem. A Testosterona baixa pode ser identificada por um valor no sangue inferior a 300 ng/dL. Basicamente, se seus testículos produzem menos testosterona do que o normal, o seu nível de testosterona irá cair.

Como meu médico diagnostica a deficiência de testosterona?  

Se você está preocupado, você deve consultar um médico para conversar sobre seus sintomas e descobrir se você tem deficiência de testosterona. Durante a consulta médica diversos aspectos serão avaliados: 

• Exames de sangue para dosar o nível de testosterona e de outros hormonais; 

• O seu histórico médico completo, incluindo doenças e medicamentos; 

• IMC ou circunferência da cintura para medir a obesidade; 

• Síndrome metabólica (pressão alta, açúcar elevado no sangue, gordura corporal, e altos níveis de colesterol); 

• Padrão de pelos, quantidade e localização; 

• Seios aumentados; 

• Se os testículos estão presentes e em seu tamanho normal; 

• Tamanho da próstata e quaisquer outra anormalidades. 

Como meu médico tratará minha deficiência de testosterona? 

Mudanças na saúde, como perda de peso e exercícios físicos, serão exenciais para elevar os níveis de testosterona. Em alguns casos, além da mudança no estilo de vida, também será necessário a reposição hormonal através de medicamentos: 

• Via transdérmica (líquido, gel ou adesivo para a pele); 

• Injeção (de curta ou longa ação); 

• Intranasal (pelo nariz); 

• Grânulos sob a pele; 

• Oral/bucal (pela boca);

 

Durante o tratamento, você deve estar atento a possíveis efeitos colaterais. 

O que devo esperar após o tratamento? 

Você irá precisar de exames de periódicos para controlar o nível de testosterona. Essa rotina de exames variam de 6-12 meses. Não há fortes evidências de que a reposição hormonal aumente ou diminua o risco de doenças cardíacas ou de derrame. 

A reposição pode ajudar em alguns sintomas, como baixo desejo sexual, menor massa corporal magra e/ou sintomas de depressão. Mas não há fortes evidências de que ajude na memória, diabetes, energia, cansaço, perfil lipídico ou qualidade de vida.

    Agende uma consulta e tire suas dúvidas!

 

 

          

Screen Shot 2020-10-18 at 10.08.22 PM.pn
Drogas e seringa
Pesos de academia
Homem forçado